terça-feira, 25 de outubro de 2011

Salada de trigo de quibe


Salada de trigo de quibe



É fria, fácil de comer e carregar, gostosa, sustenta e tem fibras - além de garra pra
 suportar um dia inteiro em temperatura ambiente sem estragar ou perder a pose.
 Pode ser feita um dia antes e, se sobrar, saiba que fica ainda melhor no dia seguinte,
 com sabor mais apurado, introjetado.

O segredo é não hidratar totalmente o grão. 
Vinte minutos bastam - para que o grão ainda tenha espaço para absorver o caldo do
 tempero. Assim, não só o grão fica temperado por dentro como a salada não fica aguada.


 Lá vai a receita arabicamente inspirada, aprofundada em casa e devidamente
 anotada para dividir com os piqueniqueiros de plantão.

 Se não tiver xarope de romã ou tamarindo, acrescente limão e um pouco de mel,
 melado ou açúcar. 

Geleia de tamarindo diluída com um pouco de vinagre também funciona.

Salada de trigo de quibe

2 xícaras de trigo de quibe
3/4 de xícara de nozes picadas (70 g)
1 xícara de uvas passas

1 xícara de cubinhos de salsão (125 g)
1 xícara de cebola roxa picada (100 g)
Umas 30 folhas de hortelã picadas 

1 xícara de salsinha picada
2 pimentas dedo-de-moça sem sementes picadas

1/2 xícara de xarope de romã (ou de tamarindo - veja também aqui)
1/3 de xícara de azeite de oliva extra-virgem
2 colheres (chá) de sal

Coloque o trigo numa tigela e cubra com 2 litros de água. 
Deixe hidratar por 20 minutos.

 Escorra e esprema o trigo para sair toda a água livre. 
Coloque numa tigela e junte os outros ingredientes. 

Misture bem, tampe e guarde na geladeira até o momento de servir.
Rende: umas 20 porções




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário